Polícia Civil prende traficantes em São Gotardo

Publicada em 10 de Abril, 2012 por Thiara Klein


(Eliomárcio "Branco"; Antônio "tio" e Pedro "Deivid").

Nesta segunda e terça-feira a Polícia Civil de São Gotardo realizou uma operação que terminou na prisão de três suspeitos, entre eles o traficante Branco, um dos maiores fornecedores de droga na cidade.

Foram presos três traficantes: Eliomarcio da Silva, mais conhecido como “Branco”, Antonio Campos da Silva, chamado de “tio” e Pedro Lopes do Carmo, que atendia pelo nome de “Deivid”.

De acordo com o delegado de polícia João Henrique Furtado, as investigações iniciadas há cerca de dois meses apontaram a movimentação de drogas na cidade realizada pelo Branco. Na tarde de ontem a Polícia Civil monitorou o traficante que esteve na cidade de Tiros-MG para apanhar mais um carregamento de crack que seria vendido em São Gotardo. “Branco”, foi surpreendido na companhia do menor A. J., quando ambos chegavam em São Gotardo trazendo o entorpecente.

Antonio Campos da Silva, o “tio”, foi preso na casa onde os suspeitos realizavam a venda da droga. Em continuidade aos trabalhos, foi preso na cidade de Tiros/MG, no dia seguinte a prisão de Eliomarcio, o traficante Pedro Lopes do Carmo, de 32 anos, conhecido por “Deivid”, o qual está envolvido com os demais integrantes do grupo criminoso no comércio de entorpecentes na região.

Na oportunidade, foi apreendido 01 tablete grande de crack, pesando aproximadamente 01 Kg11 pedras também de crack, embaladas para a venda e diversos produtos utilizados para misturar ao entorpecente para produzir maior rendimento a quantidade de droga, inclusive medicamentos de uso veterinário que seriam adicionados à droga.

Também foi apreendido um veículo Fiat/Palio de propriedade de Eliomarcio, o qual era utilizado no transporte e na entrega do entorpecente.

Os presos serão indiciados por trafico de drogas, associação ao trafico, entre outros crimes. “Branco” será indiciado por trafico de drogas e corrupção de menores, uma vez que fazia uso do menor para promover a venda de drogas.