NOTÍCIAS

Câncer infantil | Mais Saúde


Os primeiros anos de vida de toda criança são sempre acompanhados de momentos de descobertas e desafios para os pais. Seja para os mais experientes ou para os de primeira viagem, a atenção com a saúde vai muito além dos exames de rotina recomendados pelos especialistas. A observação ativa de possíveis alterações físicas e alimentares, pode ser decisiva no diagnóstico precoce de várias doenças, entre elas, o câncer.

Segundo a coordenadora de enfermagem do setor que oncologia do Sistema Hapvida/RN Saúde, Ana Raquel, a doença dá sinais que podem ser observados com facilidade.

“Inchaço abdominal, sangramentos, infecções recorrentes e pupila dos olhos branca, são sintomas clássicos. É importante que os pais e responsáveis saibam que os fatores de risco das crianças e adolescentes, difere dos adultos. Por isso, deve-se ficar atentos a estes sinais”.

O alerta da enfermeira ganha força, neste mês de fevereiro, com o Dia Internacional do Câncer na Infância, comemorado neste dia 15. A data busca não somente conscientizar os pais e responsáveis para o risco da doença, mas também se solidarizar com os pacientes já diagnosticados.

Sintomas como inchaço abdominal, sangramentos e infecções recorrentes, são indicações de possível desenvolvimento de câncer — Foto: Freepik

Sintomas como inchaço abdominal, sangramentos e infecções recorrentes, são indicações de possível desenvolvimento de câncer — Foto: Freepik

Segundo informações do Instituto Nacional do Câncer – INCA, somente no Brasil, a cada ano, cerca de 12 mil novos casos de câncer infantil são confirmados. Ana Raquel chama atenção para os casos mais frequentes da doença.

“A Leucemia, que afeta os glóbulos brancos e o sistema nervoso central, e os linfomas, que afetam o sistema linfático. Estes são os mais comuns no público infantil. Atualmente, não há evidências científicas que apontem a associação da doença e fatores ambientais. Logo, a prevenção é um desafio para o futuro”, destaca.

Neste sentido, o diagnóstico precoce também é um aliado no sucesso do tratamento. Além das observações já apontadas pela profissional, às quais os pais devem se atentar, Ana Raquel acrescenta ainda a importância das consultas periódicas ao pediatra.

“Estima-se que 80% das crianças e adolescentes acometidas pela doença podem ser curadas se o diagnóstico acontecer de forma precoce. Daí a importância das consultas regulares ao pediatra, a fim de acompanhar possíveis situações que fujam da normalidade”, finaliza Ana Raquel.

Com mais de 7,4 milhões de clientes, o Sistema Hapvida hoje se posiciona como um dos maiores sistemas de saúde suplementar do Brasil presente em todas as regiões do país, gerando emprego e renda para a sociedade.

Fazem parte do Sistema as operadoras do RN Saúde, Grupo Promed, Premium Saúde, além da operadora Hapvida e da healthtech Maida. Atua com mais de 38 mil colaboradores diretos envolvidos na operação, mais de 15 mil médicos e mais de 15 mil dentistas.

Os números superlativos mostram o sucesso de uma estratégia baseada na gestão direta da operação e nos constantes investimentos: atualmente são 49 hospitais, 203 clínicas médicas, 49 prontos atendimentos, 176 centros de diagnóstico por imagem e coleta laboratorial.



Fonte: G1


15/02/2022 – Paranaíba e Máximus FM

COMPARTILHE:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on skype
Skype

Mais Notícias de Rio Paranaíba:

Mais Notícias da Região:

SEGUE A @PARANAIBAMAXIMUS

Paranbaíba FM
Máximus FM
Contato Comercial
QUAL RÁDIO QUER OUVIR?