NOTÍCIAS

Greve de servidores da educação estadual de Uberlândia e Uberaba completa 1 mês


De acordo com o coordenador da subsede de Uberlândia Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE), Guilherme de Faria, 33 escolas estaduais do municípios seguem em greve parcial ou total. Veja lista abaixo.

  • Servidores da educação estadual de Uberlândia, Uberaba e Ituiutaba entram em greve por tempo indeterminado
  • Servidores da educação estadual de Uberlândia, Uberaba e Ituiutaba seguem em greve pelo 3º dia

Já segundo a coordenadora da subsede de Uberaba do Sind-UTE, Maria Helena Gabriel, uma comissão formada por representantes da categoria na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), deve se reunir na segunda-feira (11), para discutir pontos da negociação.

“Continuamos insistindo que o governador Romeu Zema (Novo) pague o piso salarial que nos deve. Está devendo, então tem que pagar”, disse Maria Helena.

Em Uberlândia, são 33 escolas estaduais que seguem com atividades parciais ou que estão totalmente paralisadas. Veja a lista:

  1. Conservatório Estadual de Música Cora Pavan Capparelli;
  2. Escola Estadual Messias Pedreiro;
  3. Escola Estadual Antônio Tomaz de Rezende;
  4. Escola Estadual do Parque São Jorge Parcial;
  5. Escola Estadual Frei Edídio Parisi;
  6. Escola Estadual Professor Ederlindo Lannes Bernardes;
  7. Escola Estadual Professora Juvenília Ferreira dos Santos;
  8. Escola Estadual Segismundo Pereira;
  9. Escola Estadual Sérgio de Freitas Pacheco;
  10. Escola Estadual Teotônio Vilela;
  11. Escola Estadual Sete de Setembro;
  12. Escola Estadual 13 de Maio;
  13. Escola Estadual 6 de Junho;
  14. Escola Estadual Amador Naves;
  15. Escola Estadual Angelino Pavan;
  16. Escola Estadual Coronel Teófilo Carneiro;
  17. Escola Estadual Ignácio Paes Leme;
  18. Escola Estadual Jerônimo Arantes;
  19. Escola Estadual Joaquim Saraiva;
  20. Escola Estadual Lourdes de Carvalho;
  21. Escola Estadual Neuza Rezende;
  22. Escola Estadual Osvaldo Rezende;
  23. Escola Estadual Professor José Ignacio de Sousa;
  24. Escola Estadual Rotary;
  25. Escola Estadual Américo René Giannetti;
  26. Escola Estadual Antônio Luis Bastos;
  27. Escola Estadual do Bairro Jardim das Palmeiras;
  28. Escola Estadual Sérgio Freitas;
  29. Escola Estadual Bueno Brandão;
  30. Escola Estadual Alda Mota;
  31. Escola Estadual Felisberto Alves Carrejo;
  32. Escola Estadual Professor Inácio Castilho;
  33. Escola Estadual Presidente Juscelino Kubitschek.

Em Uberaba, duas escolas estavam totalmente fechadas 19 seguiam com atividades parciais em 11 de março. O g1 solicitou atualização para o Sind-UTE, mas os dados não foram informados.

Em Ituiutaba, não há dados exatos, mas algumas escolas estão sem aulas também, enquanto outras estão paralisadas de forma parcial.

De acordo com Guilherme de Faria, em Prata, 4 escolas ainda aderem ao movimento. Destas, uma de forma total e 3 de forma parcial.

A decisão da greve foi tomada em assembleia em 8 de março, como forma de reivindicação pelo pagamento do piso salarial. Além das cidades no Triângulo, a greve também ocorre em outras cidades de MG.

  • Servidores da educação estadual entram em greve por tempo indeterminado

A reivindicação principal do movimento é a do reajuste do piso salarial nacional, que seria de 33,24%. Porém, o movimento também pede a retirada do projeto de recuperação fiscal que congelaria os gastos do estado por 9 anos e resultaria na ausência de concursos públicos. O projeto de lei está na Assembleia desde 2019 e tramita com caráter de urgência desde outubro de 2021.

Por fim, ainda há o pedido de retirada do projeto que extingue mais de 5 mil cargos públicos. De acordo com o sindicato, o objetivo é municipalizar o ensino e privatizar o Ensino Médio.

VÍDEOS: veja tudo sobre o Triângulo, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas



Fonte: G1


09/04/2022 – Paranaíba e Máximus FM

COMPARTILHE:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on skype
Skype

Mais Notícias de Rio Paranaíba:

Mais Notícias da Região:

SEGUE A @PARANAIBAMAXIMUS

Paranbaíba FM
Máximus FM
Contato Comercial
QUAL RÁDIO QUER OUVIR?