NOTÍCIAS

Março lilás e a prevenção ao câncer de colo do útero | Mais Saúde


O câncer de colo do útero, doença que segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), é o terceiro mais frequente na população feminina, é tema da campanha de prevenção deste mês, conhecido como Maço Lilás. Especialistas chamam atenção para os cuidados com a prevenção à doença que é responsável pela quarta causa mais comum de morte de mulheres por câncer no Brasil.

O médico e diretor de oncologia do Sistema Hapvida, Alexandre Gomes, explica que a patologia é desenvolvida a partir do distúrbio de células do colo uterino. “A alteração celular pode levar ao câncer colo uterino e a causa, na maioria das vezes, está relacionada ao HPV (vírus do papiloma humano), por isso, o exame preventivo é extremamente importante, porque por meio do exame Papanicolau, é possível saber se há essa alteração celular e quanto mais precoce o diagnóstico, maior é o índice de cura”, destaca Gomes.

Além do exame citado pelo especialista, como forma de prevenção, existem outras medidas relacionadas aos hábitos que ajudam a prevenir o surgimento da doença.

“Uso do preservativo é uma das orientações, porque o HPV pode estar tanto na mulher quanto no homem. O tabagismo também é outro fator de risco, e está relacionado diretamente a proporção de uso. Quanto mais cigarro se fuma, mas chances de se desenvolver a doença”, alerta o especialista.

Para além destas orientações, Alexandre Gomes lembra que, desde 2014, o Ministério da Saúde incluiu no calendário vacinal, a vacina tetravalente contra o HPV para meninas de 9 a 13 anos. E desde 2017, estendeu a imunização para meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos.

“É importante que os pais se conscientizem e levem seus filhos para serem vacinados”.

O tratamento de câncer do colo do útero, está relacionado diretamente ao estágio da doença. Segundo o diretor de oncologia do Hapvida/RN, ele pode variar desde um pequeno procedimento, até um tratamento quimioterápico. “Há casos em que pode haver apenas a retirada da área que está comprometida, até uma cirurgia maior, com a retirada do útero, seguida ou não de quimioterapia e radioterapia”.

O médico lembra, no entanto, que o melhor tratamento é a prevenção. “É muito importante que a mulher e seu parceiro entendam a importância do exame preventivo. Nós estamos falando de um mês comemorativo, mas a orientação é para o ano inteiro”, finaliza.

O Hapvida é o maior sistema de saúde e planos odontológicos do Brasil em número de beneficiários, com mais de 15 milhões de clientes, de pessoas físicas a grandes empresas, em todo o país. Em 2022, após a combinação de negócios do Sistema Hapvida com o Grupo NotreDame Intermédica, foi criada uma das maiores operadoras verticalizadas do mundo.

Fundada em 1979, a companhia possui mais de 66 mil funcionários e cerca de 60 mil prestadores médicos e dentistas. Com a missão de garantir o acesso à saúde de qualidade a um custo eficiente, a empresa conta com uma rede assistencial própria composta por 85 hospitais, 74 prontos atendimentos, 290 clínicas médicas e 260 centros de diagnóstico por imagem e coleta laboratorial. Em 2020, a companhia registrou receita líquida de R$ 8,6 bilhões. Mais informações, acesse: hapvida.com.br/ ri.hapvida.com.br



Fonte: G1


16/03/2022 – Paranaíba e Máximus FM

COMPARTILHE:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on skype
Skype

Mais Notícias de Rio Paranaíba:

Mais Notícias da Região:

SEGUE A @PARANAIBAMAXIMUS

Paranbaíba FM
Máximus FM
Contato Comercial
QUAL RÁDIO QUER OUVIR?