NOTÍCIAS

Polícia conclui que queimaduras em menina de 3 anos não foram causadas de maneira intencional por babá em Patos de Minas | Triângulo Mineiro


Após 4 meses de investigação, a Polícia Civil concluiu que as queimaduras em uma menina de 3 anos em Patos de Minas, no mês de fevereiro, não foram causadas de forma proposital pela babá, mas sim por descuido. Ela foi indiciada por lesão corporal culposa, que é quando não a intenção de fazer o ato.

A menina ficou 5 dias internada, mas teve alta médica. Antes de receber alta, havia a possibilidade de a criança precisar de cirurgia nos pés por causa dos ferimentos, mas o procedimento cirúrgico não foi necessário.

De acordo com a delegada Tatiana Rodrigues, os ferimentos foram causados por barras de ferro que ficavam localizadas no fundo da casa da cuidadora da criança. O material ficava no local, pois, aos fins de semana, o companheiro da babá trabalhava como pedreiro.

“Essas barras de ferro ficavam expostas ao sol e o fato ocorreu em fevereiro, um calor muito grande, e as lesões, principalmente no bumbum, eram lesões retas e de elementos sólidos”, detalhou.

A delegada ainda explica que os médicos também descartaram agressões por ferro de passar, pelo formato dos ferimentos. Por isso, o inquérito concluiu se tratar de negligência.

“A criança em determinado momento sentou, então houve a lesão nas nádegas. A lesão no pé, assim que ela pisou deu as bolhas, que a mãe constatou na hora que buscou, mas depois apareceram as outras lesões”, completou.

No hospital, a criança estava acompanhada da mãe, de 28 anos. Ela contou que foi buscar a menina, notou que havia pomada nos pés da filha. A vítima também apresentava escoriações no nariz e na testa.

Ao questionar o motivo, a babá afirmou que a criança havia se queimado. Sobre os ferimentos no rosto, a cuidadora disse que a própria menina havia relatado que tinha se machucado no carro e não sabia o que havia ocorrido.

No entanto, a mãe explicou que a criança não apresentava nenhuma lesão ao chegar na casa da babá. Posteriormente, a mesma percebeu outras queimaduras nas mãos e nas nádegas.

Queimaduras nos pés de criança de 3 anos em Patos de Minas — Foto: Priscila Alves de Oliveira/Arquivo pessoal

Queimaduras nos pés de criança de 3 anos em Patos de Minas — Foto: Priscila Alves de Oliveira/Arquivo pessoal

De acordo com a PM, durante conversa com a mãe, a criança disse apenas que “aquela mulher é muito má, ela me queimou com o ferro”. A jovem então tentou conversar mais com a filha para descobrir o que havia ocorrido, porém, a menina não conseguiu explicar qual tipo de instrumento havia sido usado e não passou mais detalhes.

Os militares então se dirigiram até a casa da babá, que confirmou ter ficado com a criança no dia anterior, mas negou a agressão. Segundo ela, não percebeu se a menina estava com ferimentos no rosto quando chegou, pois, estava ocupada com o filho de 8 meses que estava com febre.

Conforme a ocorrência, a jovem também afirmou que a vítima brincava no quintal da casa com outro filho dela, de 2 anos. Pouco depois, ela percebeu que a criança mancava e notou que os pés estavam queimados e o rosto machucado.

De acordo com o conselheiro tutelar responsável pelo caso, Claysson Fonseca Sousa, a babá agiu com naturalidade e confirmou a versão dada à PM.

“Ela fala como se não houvesse acontecido. Como se ela não tivesse ciência, que realmente não fosse ela a praticar a atitude. Age com naturalidade, dizendo que a criança queimou os pés em uns ferros que ficam no fundo do quintal e que ela não tem ciência do que são as outras queimaduras”, ponderou.

VÍDEOS: veja tudo sobre o Triângulo, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas



Fonte: G1


30/06/2022 – Paranaíba e Máximus FM

COMPARTILHE:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on skype
Skype

Mais Notícias de Rio Paranaíba:

Mais Notícias da Região:

SEGUE A @PARANAIBAMAXIMUS

Paranbaíba FM
Máximus FM
Contato Comercial
QUAL RÁDIO QUER OUVIR?