NOTÍCIAS

Sargento de Rio Paranaíba vai para a reserva da Polícia Militar após se aposentar

Mais um policial do 02° Pelotão da Polícia Militar de Rio Paranaíba entrou para a reserva da corporação. Sargento Fausto, serviu à PMMG por 30 anos com dedicação e deixou muitas amizades durante o período em que esteve como representante da segurança pública do município. Nesta quinta-feira (25), o policial foi entregue novamente à sua família pelos seus colegas de trabalho e agora poderá desfrutar de sua recompensada aposentadoria.

Nossa redação conversou com o 1° sargento e ele nos contou sobre suas experiências junto à gloriosa Polícia Militar de Minas Gerais. Fausto relata que foram 30 anos de serviço e que se interessou pela corporação para se relacionar com a sociedade. “[Foram] 30 anos e me interessei porque sempre tive a intenção de me relacionar com a sociedade”, diz o policial.

Questionamos qual foi a ocorrência que marcou sua carreira, o 1° sargento destaque com ênfase, o assaltou a um dos bancos de São Gotardo em janeiro de 2007, quando perdeu seu colega de serviço, o Cabo Vandec. Ele conta que naquele dia foi feito refém por 15 horas, sendo escudo humano em três trocas de tiro entre os bandidos e a polícia. Fausto relembra que passou 09 horas dentro de um porta-malas, sendo então liberado pelos meliantes.

O policial ainda recorda o incêndio na casa de repouso da cidade, onde infelizmente alguns dos internos acabaram perdendo a vida. Ele destaque a agilidade que agiram naquele momento para que tragédia não fosse maior. “Foram duas ocorrências, onde uma infelizmente, perdi um colega de serviço – Cabo Vandec – em assalto a banco de São Gotardo no ano de 2007. Fui refém por 15 horas, escudo humano em 3 trocas de tiro, andei no porta malas de um carro por 9 horas e no final fomos liberados graças a Deus com vida. A segunda ocorrência foi quando aconteceu o incêndio na casa de repouso. Apesar de termos perdido alguns internos, agimos com rapidez para que a tragédia não fosse maior”, relembra.

Fausto enfatiza ainda que o sentimento que fica é o do dever cumprido e a Polícia Militar o lapidou para se tornasse forte o suficiente para vencer as turbulências da vida. “O sentimento é de dever cumprido, apesar dos erros que todos nós estamos sujeitos a cometer, acho que fiz o meu papel, dei minha parcela de contribuição na intenção de levar a paz social e a justiça onde fosse necessário. A PMMG foi quem me lapidou e me agregou valores me tornando forte o suficiente para vencer as turbulências da vida”.

O sargento, agora aposentado, se coloca à disposição dos jovens que queiram se ingressar na corporação e agradece à cidade que o acolheu e lhe deu guarita para formar sua família. “Aos jovens eu deixo a minha pessoa como elo de ligação entre eles e gloriosa, estou à disposição para instrui-los da melhor maneira possível. E por fim, agradeço muito a PMMG, onde cresci, ensinei e aprendi. Agradeço também a cidade de Rio Paranaíba, que no ano de 1993, me acolheu, me deu guarita, me deu meus filhos e muita alegria, sendo como prova da minha gratidão é fiquei por aqui por mais de 28 anos, até me aposentar”, conclui.




26/03/2021 – Paranaíba e Máximus FM

COMPARTILHE:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on skype
Skype

Mais Notícias de Rio Paranaíba:

Mais Notícias da Região:

SEGUE A @PARANAIBAMAXIMUS

Paranbaíba FM
Máximus FM
Contato Comercial
QUAL RÁDIO QUER OUVIR?